La Paz e o mal da altitude

O mal da altitude aparece quando você viaja para lugares que estão acima dos 2.800m de altitude, principalmente. Os sintomas mais comuns são diarreia, dor de cabeça, náusea, vômito,  confusão mental, aperto no peito e insônia. É coisa séria e pode acabar com a sua viagem, então siga alguns cuidados básicos. Como tenho asma, visitei um clínico geral antes de viajar e tive recomendações específicas para a viagem da Bolívia.

O medicamento mais comum para combater os sintomas do mal da altitude, ou sorojchi/soroche (pronuncia sorôxi), como eles chamam por lá, é a sorojchi pill, que você encontra em qualquer farmácia da Bolívia e do Peru. Os comprimidos são daqueles mais longuinhos, metade brancos e metade vermelhos, e custam 3,60 pesos bolivianos por comprimido. Você pode pedir quantos quiser, na Bolívia eles podem cortar as cartelas e te dar um comprimido só, se for o caso. A composição é de Ácido Acetilsalicílico 325 mg, Salófeno 160 mg e Cafeína 15 mg. Atenção para se você tem alguma alergia a esses componentes e também às contraindicações. Como todo remédio, é importante se certificar de que pode tomar, por mais que seja comum.

As recomendações que recebi dos meus amigos bolivianos foram: tome uma sorojchi pill na manhã da viagem (ok), beba chá de coca quando chegar, fique mais ou menos uma hora deitada antes de sair do hotel  e não beba no primeiro dia. Tirando o primeiro item, fiz tudo errado: cheguei, fui pra um walking tour, não bebi chá de nada e ainda bebi rios de cerveja de noite.

Dei sorte. Não tive problema nenhum com a altitude em La Paz, além de taquicardia e respiração acelerada depois de subir as ladeiras da cidade, coisa que qualquer ser humano vai ter. Meu conselho é respeitar seu tempo e passar vergonha de peito aberto. Eu andava uma quadra, sentava no chão, bebia meia garrafinha de água até conseguir andar de novo. Vão olhar pra sua cara, apenas sorria e continue seu processo de recuperação.

Para não dizer que tudo foi perfeito nesse campo, lá pelo meu décimo dia de mochilão, na minha última noite no Salar de Uyuni, eu senti o que a altitude pode fazer com alguém. Estávamos a 5000m, em uma acomodação sem energia elétrica e estava -10ºC lá fora. Acho que foi uma junção da altura, do frio bizarro e eu estar sozinha lá, mas comecei realmente a ter problemas. A altitude dá muita sede, eu bebia muita água e, com a água, vinha a vontade de ir ao banheiro. Eu ia ao banheiro vinte vezes por dia em La Paz, mas no deserto era mais complicado, então passei a beber menos água, isso pode ter influenciado também. O fato é que comecei a ter uma sensação horrível de peso no peito, que era potencializada pela quantidade de roupas e cobertores para tentar segurar o frio. O próximo capítulo foi pior ainda. Tive que ir ao banheiro e nada do que eu estava vendo parecia realidade, comecei a duvidar de mim quando voltei para a cama, não tinha certeza de que tinha ido ao banheiro, apesar de me corrigir segundos depois. Foi horrível, a pior noite da minha vida.

Minha dica é: não vá paranoico, tome a sorojchi pill nos primeiros dias e não deixe de tomar chá de coca. Lá pelo terceiro dia, eu ignorei totalmente que estava na altitude por estar tão confortável e acho que isso foi um erro. A maioria dos hostels oferece chá de coca de graça, também é possível comprar saquinhos de folha de coca na rua por 5 pesos. A folha é mais eficaz, funciona mesmo. E respeite seu limite. Já li histórias de pessoas que se deram muito mal com a altitude. Vá com calma até ver como seu corpo reage e boa viagem! :)

Editado: uma amiga da minha mãe, que é médica, leu o post e deu algumas informações que eu não tinha. O Ácido Acetilsalicílico pode mascarar a dengue, que também é comum na Bolívia. Atenção com isso. As sorojchi pills não podem ser tomadas por quem tem hipertensão.

Anúncios

2 comentários sobre “La Paz e o mal da altitude

  1. Pingback: La Paz: Red Cap Walking Tour | Paula Drummond

  2. Pingback: Uyuni: contratando o passeio para o Salar | Paula Drummond

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s