Bolívia – Visa Travel Money ou Mastercard?

Antes de viajar, procurei muito essa informação e não achei, mas decidi arriscar o Visa Travel Money e foi a melhor coisa que eu fiz.

Fiz o meu cartão numa agência do Banco do Brasil, banco do qual sou correntista, não sei como funciona em outros bancos, mas acredito que seja fácil também. Você paga uma taxa pelo cartão e depois vai botando dinheiro. É bom porque o câmbio não flutua, uma vez que o dinheiro tá lá, você não paga mais nada (tem uma taxa de saque só). Isso foi bom pra mim porque botei todo o dinheiro que precisava quando o dólar estava R$3,50 e quando viajei já estava R$4,00. Fora o câmbio, eu ia morar dois meses na Bolívia, não podia arriscar levar tudo em papel, né?

Para tirar o dinheiro foi bem fácil, vários caixas eletrônicos, inclusive 24hrs, em toda a Bolívia têm as bandeiras Visa/Plus. Eu sempre sacava em bolivianos no Banco Bisa (simplesmente porque fui com a cara do banco) e em dólar no Andes, é um vermelho. O negócio é que não tem dólar em todo caixa, eu tinha que ir no shopping para sacar. Mas, de modo geral, o VTM me serviu muito bem, não me deixou na mão em momento nenhum e foi bem fácil utilizar na Bolívia.

Por outro lado, diversos amigos tiveram problemas com cartões Mastercard. Não sei exatamente o motivo, mas amigos de grupos e países diferentes não conseguiram sacar em certos momentos e tinham que ficar testando vários caixas até que um aceitasse o cartão. Por esse motivo, recomendo ir para a Bolívia com cartões Visa. Mais ainda, Visa Travel Money, com o qual você pode sacar. Quase tudo na Bolívia é feito em dinheiro, até os hostels em que fiquei só aceitavam dinheiro, boliviano ou dólar. Vale a pena levar cartão de crédito para emergências, mas nem assim acho que seja fácil usar, o meu ficou guardado a viagem toda.

Anúncios